O pai que podia ser um biscoito

Retomar as aulas presenciais na semana do Dia do pai prestou-se a trabalhar a obra “O meu pai é um biscoito”, de Baron Baptiste. Depois do aquecimento foi só seguir as instruções do livro e relaxar no final, o que foi feito nas 8 turmas do Pré-escolar do Agrupamento. Bom dia do pai!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *