Vidas muito ocupadas

“A aranha muito ocupada”, de Eric Carle espelha o Zeitgeist, onde não há tempo nem para responder aos bem-intencionados amigos. Ouvimos a história, praticámos as posturas correspondentes às personagens e dramatizamos a canção “Dona Aranha”. Respirámos e relaxámos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *